Desafio das Serras, a prova de tudo!
Lena Pina

Desafio das Serras, a prova de tudo!

Meus Resultados: Desafio das Serras - Dupla Mista 40km

Por Lena Pina

Nem todo o mundo sabe que a vida de quem trabalha fora, cuida da casa, lava, passa, cozinha e quer manter os treinos em dia, não é nada fácil... são muitas coisas que abdicamos quando almejamos algo ou buscamos atingir um objetivo. Mas, quando a gente quer e acredita, metade do caminho já está concluído! Quando olham uma foto sorrindo, suja de barro, arranhada de mato, uma medalha, um troféu, talvez não dimensionem o que foi feito para chegar até ali. A gente sofre, a gente chora, mas não deixa que a dor do caminho seja maior que a alegria do momento que cruzamos a linha de chegada (aqui vai aquele grito: AAAHHHHHHHHHHH!!

Não sou atleta mas mantenho meus treinos de musculação, corrida e bike (essa utilizo para ir ao trabalho e ao treino, sempre que possível) sempre pensando em saúde e qualidade de vida.

Assim, de vez em quando me inscrevo em alguma prova de corrida, algum desafio para me manter mais motivada ainda.

Pensando em desafio, treinando com minha equipe, a JVM Trail Run, a qual chamo de Família, fui convidada (DESAFIADA) pelo monstro FranHaydin a fazer parceria e correr como Dupla Mista, o Desafio das Serras 2018. Quanta honra e quanta responsabilidade eu teria em representar e carregar o peso de duas camisetas que admiro e respeito: JVM TRAIL RUN e FRANHAYDIN.LIFE! Hesitei, a princípio... o Fran é muito mais rápido que eu... mas, para mim, desafio dado é desafio cumprido e, se as duas camisetas acreditavam que eu seria capaz, por que não, né?? Aceitei e foquei!

Como dupla, talvez devêssemos treinar juntos, alinhar pace, etc, mas com a vida corrida dos dois, conseguimos fazer três (3) treinos juntos... rsrs!! Porém, ambos focados, faziam seus treinos e estavam em busca do mesmo objetivo.

Confesso que estava preocupada porque meu parceiro corre muito e eu não queria decepcioná-lo, mas me desafiou!!!

Conversei com ele e, como parceiro, deixou claro que eu faria o pace da corrida e ele acompanharia. Situação difícil para ambos, pois, eu poderia acelerar demais ou ele me acelerar e eu quebrar... ou eu ficaria na zona de conforto e ele ficaria desmotivado.

Enfim chegou a sexta-feira antes da desafio e eu estava empolgada demais!!! Tamanha empolgação, adrenalina a mil, ansiedade maior ainda... não consegui jantar (quem me conhece sabe que meus pratos quase nunca pesam menos de 500g). Bateu preocupação. Não por mim, mas, pela dupla, por medo de não conseguir. Guardei comigo e busquei vencer esse medo na minha cabeça.

“na torcida por vocês, acredita e vai, quando você já não aguentar mais, continue, é isso que fazem os heróis, no seu caso, heroínas!” Álvaro Nishida Jr

Chegou o grande dia

Amanheceu!!!!!!!!!! Chegou o grande dia e eu, sem comer direito (nem um pãozinho com ovo desceu! Mais preocupação! “B.Ózinho” intestinal e.... 5 x ao banheiro antes da prova! Gelei, mas não desisti! Estava disposta a fazer o meu melhor!!!! Estava preocupada, mas, feliz por ter tantos amigos ali presentes: JVM TRAIL RUN, AZ RUNNING, GO TRAIL, BONDE DO TRAIL RUNNING!!!!! A vibe de prova é sempre muito boa e eu sempre muito bagunceira, porque, se não for para ser assim, nem saio de casa!!!

Fomos para a largada e ao ouvir a voz da Fabi, locutora sucesso de trail, com aquele carinho e aquela receptividade calorosa com todos, arrepiei e mergulhei na corrida!! Agora vai!

Fabi é sensacional! Além dela, todas as pessoas envolvidas na organização, transporte das malas, fotógrafos, etc, esbanjavam simpatia e acolhimento desde sexta! Com um sol para cada um, foi dada a largada!!!!! Nessa hora, muita gente saiu rasgando e eu ali, na minha pegada, acompanhada de perto, lado a lado pelo parça! Início de uma longa subida e meu sofrimento aumentou...não conseguia evoluir, respiração não acertava! Não podia me entregar!!!!! Nessa hora, lembrei dos meus amigos que gostariam de estar correndo e estavam sem poder sentir essa alegria nas pernas (#quehomem, coach, japa). Esse último, com quem falei na noite anterior para saber se estava tudo bem, mandou essa: “na torcida por vocês, acredita e vai, quando você já não aguentar mais, continue, é isso que fazem os heróis, no seu caso, heroínas!” Foquei nisso e me mantive firme! Em algum momento, na subida, falei: Fran, desculpa, por eu não estar fazendo do jeito que você merece. Ele, parceiro, respondeu: "TMJ!" Quase no final da subida, fomos atacados por abelhas (eu, somente duas). Para quem já tinha corte na perna, as picadinhas das abelhas caíram como anestésico e energético... rsrs!! logo na frente, uma pedra para passar, onde havia uma corda, seria um momento bastante tenso devido ao medo de altura (tá melhorando viu galera, eu nunca vou desistir). O veneno das abelhas e a presença do Fran me deram um gás de coragem e passei pela pedra quase sem dificuldade, apenas um tuc tuc mais forte no peito!! Ufa, estava mais confiante! Logo em seguida, iniciou a descida e, já me sentindo um pouco melhor, acelerei para buscar posição. Em alguns momentos que eu estava mais empolgada, o Fran dizia: "calma, não adianta se matar e quebrar depois". Conseguimos manter uma boa descida, sempre lado a lado, até a linha de chegada do primeiro dia, onde estava a Fabi que nos recebeu daquele jeito: "tem JVM na áreaaaa!!!! Fran e Lena!! Segunda Dupla Mista!!!!" Arrepiei, fiquei feliz mas ao mesmo tempo já pensava quem seria a dupla que chegou antes e que vou buscar amanhã!

Dia quente, lindo, cheio de amigos! Metade da missão cumprida! Hora de relaxar (tentar, né.rs)! Amigos chegando, comida liberada, hidratação sensacional! Noite caiu, esfriou, fogueira acesa, vibe espetacular, organização espetacular!!!!! Wladimir Togumi, querido fotógrafo veio nos fazer companhia e tirar os melhores “retratos” do trail!! Partiu dormir na barraca!! E quem conseguiu dormir direito? Eu não!

Domingo na área e o sol mais ainda! Vimos o número do casal que havia chegado em primeiro (5 minutos antes que nós) e o Fran disse: "é aquela que você tem que buscar!" Olhei para eles com sangue no zóio! Fechei comigo: "VOU BUSCAR!” Pela JVM, pelo Fran, vou buscar! E comer ainda estava difícil! Não sei explicar, mas não sentia fome. Antes da largada, abri uma torneira e molhei a cabeça e o tronco para esfriar um pouco.

Partiuuuu!! Lado a lado conosco, partiu também um casal que admiro e respeito muito: Mari e Zulu!! Mandam bem demais! Tentava me manter perto deles e olhava para trás para ver se a outra dupla estava junta. Pouco a pouco nos distanciamos de todos. Encaixamos um bom pace. Era um momento mais descontraído. Fran no controle. Conversei, brinquei, gritei!!!!!! Estava feliz eu conseguir evoluir bem. Ao contrário das edições anteriores, esse ano, no segundo dia, havia subida, mas não fiquei preocupada, já tinha veneno de abelha e sangue no zóio suficientes! Assim foi! No caminho, encontramos o amigo e parceiro do Bonde do Trail Running, Max! Ele estava desfilando nessa prova! Mandou bem demaisss!!!!! Continuamos com nosso foco até a reta final. Pouco antes da chegada, já ouvíamos a voz da Fabi e isso foi arrepiente!!! Alma flutuando, canelas alegres! Ao entrarmos no “campo de visão” da linha de chegada, ouvimos: “olha aì tem JVM na áreaaaaaa!! Lena e Fran! Primeira dupla mista!!!” Ahhh... aí eu gritei, chorei, arrepiei!!!!!!! Ainda não comemoramos porque tínhamos que aguardar 5 min para ver se a dupla que estava em primeiro, chegaria! Cinco minutos que pareciam uma eternidade! Mais sofrido que picada de abelha... rsrs!!!!! Que ansiedadeeee!!!!! Tempo esgotado e: CAMPEÕES DUPLA MISTA!!!! Estourei de felicidade por ter conseguido concluir a prova, por ter levado ao pódio marcas que acreditaram em mim e depositaram confiança nessas pequenas canelas. Feliz também porque minhas amigas também mandaram bem e subiram ao pódio! Feliz porque um casal de amigos que adoro, também completaram mais um desafio com sucesso e ela (maquiada... rsrs)!!

O que eu tenho a falar sobre esse desafio?? PARCERIA!! Se não fosse tão sincronizada, se não puxasse o freio quando eu acelerava sem necessidade, se não me tirasse da zona de conforto sem exceder para eu não quebrar, se não ficasse lado a lado o tempo todo mesmo sabendo que poderia evoluir muito se tivesse correndo sozinho (sei que não teria porque, uma vez que fechamos uma parceria) mas não é fácil controlar as pernas quando elas tem alegria sobrando! Obrigada, Fran, por confiar, por me levar a corrida inteira!! Obrigada Coach José Virginio de Morais, Rei da Montanha, por acreditar e confiar sua marca no “moleque” aqui... rsrs! Obrigada organização do Desafio das Serras, vocês foram sensacionais!!!!!!!!!!!! Tamanha receptividade e acolhimento com a galera!!! Obrigada Fabi pela melhor “chegada” que podemos receber depois de tanto perrengue delicioso (A.D.O.R.O)! Obrigada amigos que foram e aqueles que desejaram good vibes!

Que honra, que responsabilidade, que alegria e que vontade de bater no peito e gritar: AQUI É JVM!!! AQUI É FRANHAYDIN.LIFE!! AQUI É DESAFIO DAS SERRAS!!!

#desafiodasserras #aprovadetudo

Meus Resultados: Desafio das Serras - Dupla Mista 40km

Por Lena Pina

Veja Também
Kettlebell para atletas por Cassiano Assis
Nada de mais do mesmo! por Olicer Cesar
A prova de tudo! por Lena Pina
Llegar es vencer. Não é só correr!